Pesquisar este blog

Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade. George Orwell ------------“Eu sou um anticomunista que se declara anticomunista. Geralmente, o anticomunista diz que não é. Mas eu sou e confesso. E por quê? Porque a experiência comunista inventou a antipessoa, o anti-homem. Conhecíamos o canalha, o mentiroso. Mas, todos os pulhas de todos os tempos e de todos os idiomas, ainda assim, homens. O comunismo, porém, inventou alguém que não é homem. Para o comunista, o que nós chamamos de dignidade é um preconceito burguês. Para o comunista, o pequeno burguês é um idiota absoluto justamente porque tem escrúpulos”, Entrevista à VEJA em 1969 Nelson Rodrigues--------

BRAZIL NEWS

Mostrando A verdade que a mídia não mostra - NÃO SEJA MASSA DE MANOBRA. PENSE, QUESTIONE E ANALISE.SAIA DA MATRIX ! Porque o mundo não é como nos contaram, a história foi modificada, a música, o cinema, a política, o esporte, a igreja, os alimentos, tudo está no domínio deles, até o CLIMA.

CURIOSIDADE: Como sobreviver a um ataque nuclear?

http://1.bp.blogspot.com/-LQ9tOxLzFOY/UBRiIHwgTlI/AAAAAAAAAPY/uGYXpdCp8wU/s1600/nuclear_explosion_by_typhon39-d30o54l.png


http://77.91.202.130/mi/full/5044051605-+Manual+de+Sobrevivencia+Barry+Popkess.jpgNem pense em olhar para o cogumelo formado pela bomba - a energia liberada cria uma luz mais brilhante que a do Sol e é capaz de cegar. A explosão também pode estourar seus tímpanos. Para aliviar a pressão sobre os ouvidos, deixe a boca aberta.


CORRA

Só 10% das vítimas que estão a até 1,5 km do epicentro da explosão sobrevivem. As chances melhoram a partir de 3 km: 50% escapam. O risco não está só no impacto da bomba. Uma radiação letal toma conta do pedaço em até 20 minutos. Para não dar de cara com ela, siga a favor do vento.


 







DESPISTE A RADIAÇÃO

Esconda-se em um lugar subterrâneo, como porões (vale até esgoto no desespero). Se estiver em um prédio, vá para uma sala sem janelas. Tire as roupas e use água e sabão para improvisar uma descontaminação.

NÃO SAIA DO ABRIGO

Aconchegue-se, o refúgio será sua casa por até 3 dias. Lá fora estará caindo uma chuva cheia de partículas radioativas derivadas da explosão. Se precisar deixar o abrigo, cubra a pele - o ideal é usar trajes específicos para isso, à venda na internet.

CUIDE DA SAÚDE

Rastros de contaminação podem estar nos alimentos e no seu corpo. Ache comida guardada em locais fechados e use recursos como pílulas de iodeto de potássio, que ajudam a evitar o aparecimento de câncer na tireoide e são entregues pelo governo em casos como esse.







Criado por Jack.aw, Sabrina L. Furtado
A Guerra Fria acabou há mais de duas décadas e muitas pessoas nunca viveram sob a sombra de uma aniquilação nuclear. Ainda assim, um ataque nuclear é uma ameaça muito real. A política global está longe de ser estável e a natureza humana não mudou nada desde as últimas duas décadas. "O som mais persistente que reverbera através da história da humanidade é o bater dos tambores de guerra". Com a existência de armas nucleares, sempre há o perigo de elas serem usadas. É possível sobreviver a uma guerra nuclear? Apenas teorias existem, algumas dizem sim, outras dizem não. Para alguns, especialmente nos grandes centros populacionais, pode parecer um esforço inútil. Se existirem sobreviventes, serão aqueles que estão mental e logisticamente preparados para tal evento. O que você deve fazer? Onde você deve se abrigar? Eis como se preparar.

Método 1 de 2: Preparando-se com antecedência

  1. 1
    Faça um plano. Se um ataque nuclear acontecer, não será seguro se aventurar por aí afora atrás de comida - você deve se manter abrigado por pelo menos 48 horas, preferivelmente mais. Ter alimentos e suprimentos médicos à mão pode acalmar sua mente e permitirá que você se concentre em outros aspectos da sobrevivência. Anúncio
  2. 2
    Estoque alimentos não-perecíveis. Tais alimentos podem durar anos, quer seja estocados ou sustentando você depois de um ataque. Escolha itens que contenham muito carboidrato, para que você tenha mais energia para seu corpo, e os armazene em um local fresco e seco:
    • Arroz branco
    • Trigo
    • Feijões
    • Açúcar
    • Aveia
    • Macarrão
    • Leite em pó
    • Frutas e vegetais secos
    • Construa lentamente seu estoque. Sempre que você for ao supermercado, pegue um ou mais itens para seu estoque de comida. Eventualmente, você deve ter construído um estoque que dure meses.
    • Certifique-se de ter um abridor de latas para itens enlatados.
  3. 3
    Armazene água. Considere manter um suprimento de água em recipientes plásticos. Limpe os recipientes com uma solução alvejante, depois os encha com água filtrada e destilada.
    • Tente ter 4,5 litros por pessoa por dia.
    • Para purificar água caso haja um ataque, mantenha água sanitária e iodeto de potássio por perto.
  4. 4
    Consiga suprimentos para comunicação. Poder se manter informado, bem como alertar os outros de sua posição, pode ser valioso para sua vida. Eis do que você pode precisar:
    • Um rádio: Tente encontrar um que seja movido à energia solar ou à manivela. Se você tiver que usar um modelo à pilha, certifique-se de ter à mão pilhas extras.
    • Um apito: Você pode usar isso para pedir ajuda.
    • Seu celular: O serviço de telefonia celular pode ou não ser mantido, mas você irá querer estar pronto para isso. Se puder, encontre um carregador solar para o seu modelo.
  5. 5
    Estoque suprimentos médicos. Ter alguns itens médicos disponíveis pode fazer a diferença entre viver e morrer se você for machucado em um ataque. Você precisará:
    • Um kit básico de primeiros socorros: Você pode comprar estes kits prontos, ou fazer o seu mesmo. Você precisa de gazes esterilizadas e curativos, pomada antibiótica, luvas de látex, tesoura, pinças, um termômetro e um cobertor.[1]
    • Um livreto de instrução de primeiros socorros: Compre um desses, ou monte seus próprios materiais impressos da internet. Você deve saber como fazer curativos em feridas, administrar RCP, tratar choque e queimaduras.
    • Medicamentos de prescrição médica e suprimentos: Se você toma um medicamento específico todos os dias, tente se assegurar de guardar um pequeno suprimento de emergência.
  6. 6
    Consiga outros itens diversos. Conclua seu kit de emergência com o seguinte:
    • Uma lanterna e pilhas
    • Máscara de proteção contra pó
    • Papel filme e fita adesiva
    • Sacos de lixo, lacres de plástico e lenços umedecidos para limpeza pessoal
    • Uma chave inglesa e alicate, para desligar coisas como o gás e a água
  7. 7
    Fique de olho nas notícias. Um ataque nuclear provavelmente não virá sem aviso da nação inimiga. Tal ataque seria precedido por uma deteriorante situação política. Uma guerra com armas comuns entre as nações que possuem armas nucleares, se não concluída depressa, pode se intensificar e tornar-se uma guerra nuclear; e até mesmo ataques nucleares em uma região pode se transformar em uma guerra nuclear mundial.

    Muitos países têm um sistema de classificação para indicar a iminência de um ataque. Nos Estados Unidos e Canadá, por exemplo, pode ser útil saber o nível de DEFCON (DEFesa CONdição).
  8. 8
    Avalie seu risco e considere sair da cidade se um ataque nuclear parece provável. Se sair da cidade não for uma opção, então isso deve pelo menos afetar o tipo de abrigo que você irá construir para si mesmo. Saiba a sua proximidade em relação aos próximos alvos e planeje de acordo:
    • Os campos de aviação e as bases navais, especialmente aquelas conhecidas por abrigar bombardeiros nucleares, submarinos nucleares lançadores de mísseis balísticos, ou silos com Mísseis Balísticos Intercontinentais (ICBM). Estes locais são certos de serem atacados mesmo em uma pequena guerra nuclear.
    • Portos comerciais e pistas com mais de 3Km de comprimento. Estes provavelmente serão atacados até mesmo em uma pequena guerra nuclear e com certeza serão atacados em uma grande guerra nuclear.
    • Centros do governo. Estes provavelmente serão atacados até mesmo em uma pequena guerra nuclear e com certeza serão atacados em uma grande guerra nuclear.
    • Grandes cidades industriais e grandes centros populacionais. Estes provavelmente serão atacados no caso de haver uma grande guerra nuclear.
  9. 9
    Aprenda a diferença entre as armas nucleares.:
    • Fissão (Bombas-A) são a arma nuclear mais básica e são incorporadas em outras classes de armamentos. Esta bomba é feita à partir da divisão de um núcleo pesado (plutônio e urânio) com nêutrons; pois a divisão de átomos do urânio e do plutônio libera grandes quantidades de energia - e mais nêutrons. Os nêutrons perigosos causam uma reação nuclear em cadeia extremamente rápida. As bombas de fissão foram os únicos tipos de bombas nucleares usadas na guerra até agora.
    • Fusão (Bombas-H), usando o incrível calor de uma "vela de ignição" de uma bomba de fissão, comprime e aquece o deutério e o trítio (isótopos do hidrogênio, que se fundem, liberando uma imensa quantidade de energia). As armas de fissão também são conhecidas como armas termonucleares, já que é necessário altas temperaturas para fundir o deutério e o trítio; tais armas são geralmente muitas vezes mais poderosas do que as bombas que destruíram Nagasaki e Hiroshima.

Método 2 de 2: Sobrevivendo a um ataque iminente

  1. 1
    Procure abrigo imediatamente. Além dos avisos de perigo geopolítico, seus primeiros avisos de um ataque nuclear iminente provavelmente serão um alarme ou um sinal de aviso; se não for, será a explosão propriamente dita. A luz clara da detonação de uma arma nuclear pode ser vista a dezenas de quilômetros do centro da explosão. Se você estiver nos arredores da explosão (ou no centro dela), as suas chances de sobrevivência são quase inexistentes, a menos que você esteja em um abrigo que forneça uma proteção contra explosão muito, muito boa. Se você estiver a alguns quilômetros de distância, terá entre 10-15 segundos até que a onda de calor atinja você e talvez 20-30 segundos até que a onda de choque o atinja. Sob circunstância alguma você deve olhar diretamente para a bola de fogo. Em um dia claro, isso pode causar cegueira temporária em longas distâncias.[2] Porém, o raio de dano real é altamente variável, dependendo do tamanho da bomba, a altitude da explosão e até mesmo as condições climáticas durante a explosão.[3]
    • Se você não puder encontrar abrigo, procure uma área rebaixada próxima e deite-se com o rosto para o chão, deixando o mínimo possível de pele à mostra. Se não houver um abrigo assim, cave o mais rápido possível. Mesmo a cerca de 8 quilômetros você irá sofrer queimaduras térmicas de terceiro grau; mesmo a 32 quilômetros, o calor pode queimar a pele do seu corpo. O próprio vento chegará a 960Km/h e irá destruir qualquer coisa que esteja em campo aberto.
    • Se as opções anteriores não forem possíveis, fique dentro de casa, se, e somente se, você puder ter certeza de que o prédio não irá sofrer nenhum dano por conta da explosão e do calor. Isso irá, pelo menos, dar alguma proteção contra a radiação. Se esta é uma opção viável, depende da construção do prédio e o quão próximo você provavelmente estará do centro da explosão. Fique bem longe de janelas, preferivelmente em uma sala sem janelas; mesmo se o prédio não sofrer nenhum dano substancial, uma explosão nuclear irá explodir as janelas a enormes distâncias.[4]
    • Se você morar na Suíça ou Finlândia, verifique se sua casa tem um abrigo anti-atômico. Se não, determine onde o abrigo anti-atômico de seu povoado/vilarejo/cidade fica e aprenda a chegar lá. Lembre-se: em qualquer lugar da Suíça, você poderá encontrar um abrigo anti-atômico. Quando as sirenes soarem na Suíça, aconselha-se que você informe àqueles que não podem ouvir (isto é, os surdos) e, em seguida, ouça a National Radio Services (RSR, DRS e/ou RTSI).
    • Não fique próximo de nada inflamável ou combustível. Substâncias como o nylon e qualquer material à base de óleo podem queimar por conta do calor.
  2. 2
    Lembre-se de que a exposição à radiação pode causar um grande número de mortes.
    • Radiação Inicial. Esta é a radiação liberada no momento da explosão e ela tem vida curta e viaja apenas pequenas distâncias. Acredita-se que com as grandes ondas das armas nucleares modernas isso matará poucos daqueles que não forem mortos pela explosão ou calor na mesma distância.[5]
    • Radiação residual. Conhecida como precipitação radioativa. Se a detonação foi uma explosão de superfície, ou se a bola de fogo atingir a terra, uma grande quantidade de precipitação radioativa ocorre. A poeira e a sujeira levantada até a atmosfera cai, trazendo consigo grandes quantidades de radiação. A precipitação radioativa pode cair do céu como uma fuligem preta conhecida como "chuva negra", que é altamente fatal e pode ter temperatura extrema. A precipitação radioativa irá contaminar qualquer coisa que tiver contato com ela.

      Assim que você tiver sobrevivido à explosão e à radiação inicial (por enquanto, pelo menos; os sintomas de radiação têm um período de incubação), você deve encontrar proteção contra a fuligem negra ardente.
  3. 3
    Conheça os tipos diferentes de partículas de radiação. Antes de continuarmos, devemos mencionar os três tipos diferentes:
    • Partículas Alfa. Estas são as mais fracas e durante um ataque são quase inexistentes enquanto ameaça. As partículas alfa irão sobreviver por apenas alguns centímetros no ar antes de serem absorvidas pela atmosfera. Elas apresentam uma ameaça minúscula no exterior e são fatais se ingeridas ou inaladas. Roupas normais irão protegê-lo contra as partículas Alfa.
    • Partículas Beta: Estas são mais rápidas do que as partículas Alfa e podem penetrar mais profundamente. Elas irão viajar até 10 metros antes de serem absorvidas pela atmosfera. A exposição a estas partículas não é fatal, a menos que seja por um período prolongado; o que pode causar "queimaduras Beta", quase como queimaduras solares. Elas apresentam uma ameaça grave, porém, aos olhos, se eles forem expostos a tais partículas por um período prolongado de tempo. Mais uma vez, tais partículas são perigosas se ingeridas ou inaladas e a roupa irá prevenir queimaduras Beta.
    • Raios Gama: Os Raios Gama são os mais mortais. Eles podem viajar por quase 1,6km no ar e penetrar em quase qualquer tipo de proteção. Por isso a radiação gama irá causar danos graves aos órgãos internos enquanto fonte externa. Será necessário uma proteção suficiente para aplacar estes raios.
      • O fator de proteção (PF) de um abrigo contra a radiação dirá a você quantas vezes menos uma pessoa dentro do abrigo irá receber radiação comparado a uma pessoa no espaço aberto. Por exemplo, um PF de 300 significa que você receberá 300 vezes menos radiação no abrigo do que no descampado.
      • Evite a exposição à radiação Gama. tente não passar mais do que 5 minutos exposto. se você estiver em uma área rural, tente encontrar uma caverna, ou tronco caído no qual você possa se esgueirar. Do contrário, cave um buraco onde você possa ficar, com terra empilhada ao seu redor.
  4. 4
    Comece reforçando seu abrigo de dentro para fora, colocando terra ao redor das paredes, ou qualquer outra coisa que você possa fazer. Se estiver em uma trincheira, então crie um teto, mas só se tiver materiais por perto; não se exponha quando não for necessário. O tecido de um pára-quedas, ou uma tenda irá ajudar a impedir que os detritos da precipitação radioativa caiam em você, embora isso não impeça os raios Gama. É impossível, num nível físico muito fundamental, proteger-se completamente da radiação. Ela só pode ser reduzida a um nível tolerável. Use as informações a seguir para ajudar você a determinar a quantidade de material de que você precisa para reduzir a penetração da radiação para 1/1000:[6]
    • Aço: 21 cm
    • Pedra: 70-100 cm
    • Concreto: 66 cm
    • Madeira: 2.6 m
    • Solo: 1 m
    • Gelo: 2 m
    • Neve: 6 m
  5. 5
    Planeje ficar em seu abrigo por no mínimo 200 horas (8-9 dias). Sob circunstância alguma deixe seu abrigo nas primeiras 48 horas.[7]
  6. 6
    Racione os suprimentos. Você precisará racionar para sobreviver, obviamente; portanto, você irá eventualmente se expor à radiação (a menos que você esteja em um abrigo específico com água e comida).
    • Alimentos processados podem ser ingeridos, contanto que o recipiente não tenha furos e esteja relativamente intacto.
    • Os animais podem ser comidos, mas devem ter a pele retirada cuidadosamente e o coração, fígado e rins descartados. Tente não ingerir a carne próxima ao osso, já que a medula óssea retém radiação.

      • Coma pombos
      • Coma coelhos
    • As plantas na "zona quente" são comestíveis; aquelas com raízes ou que sejam tubérculos (como batatas e cenouras) são altamente recomendadas. Faça um teste na planta para verificar se ela é comestível. Veja Como Testar se uma Planta é Comestível.
    • A água em aberto pode ter recebido partículas da precipitação radioativa e é prejudicial. A água de uma fonte abaixo da terra, como um lençol de água ou um poço coberto, é sua melhor opção (Considere criar um destilador solar básico). Use a água de correntes e lagos apenas como último recurso. Crie um filtro cavando um buraco de cerca de 30cm da margem e puxando a água dele. Ela pode estar turva, então espere as impurezas assentarem, depois ferva a água para garantir que está livre de bactérias. Se estiver em um prédio, a água é geralmente segura para ser bebida. Se não houver água (provavelmente não haverá), use a água dos canos abrindo a torneira na parte mais alta da casa para deixar o ar entrar, depois abra a torneira na parte mais baixa da casa para drenar a água.
  7. 7
    Vista-se por completo (chapéu, luvas, óculos de proteção, camisa de manga longa fechada, etc.), especialmente quando estiver do lado de fora, para prevenir queimaduras Beta. Descontamine as roupas sacudindo-as constantemente e lavando com água qualquer pele exposta; o resíduo em contato prolongado com a pele irá eventualmente causar queimaduras.
  8. 8
    Trate as queimaduras de radiação e térmicas.
    • Queimadura leve: Também conhecida como queimadura Beta (embora possa ser de outras partículas). Coloque os locais com queimaduras Beta em água gelada até que a dor desapareça (geralmente 5 minutos).
      • Se a pele começar a formar bolhas, queimar ou rachar; lave com água gelada para remover as substâncias contaminantes, depois cubra com uma compressa estéril para prevenir a infecção. Não estoure as bolhas!
      • Se a pele não formar bolhas, queimar ou rachar; não a cubra, mesmo se a queimadura for em uma grande parte do corpo (quase como uma queimadura solar). Ao invés disso, lave a área e cubra-a com vaselina ou uma solução de bicarbonato de sódio e água, se disponível. Mas, terra (não-contaminada) úmida serve.
    • Queimadura grave: Conhecida como queimadura térmica, já que vem geralmente do calor causado pelas explosões de alta intensidade, ao invés das partículas ionizantes, embora a última também possa causá-las. Podem ser uma ameaça à vida; tudo torna-se um fator: perda de água, choque, danos nos pulmões, infecção, etc. Siga estes passos para tratar uma queimadura grave.
      • Proteja as queimaduras de uma contaminação maior.
      • Se a área queimada estiver coberta por roupa, corte gentilmente e remova a roupa da queimadura. Não tente remover a roupa que está presa ou que está fundida com a queimadura. Não tente puxar as roupas da queimadura. Não coloque nenhuma pomada na queimadura.
      • Lave gentilmente a área queimada com água apenas. Não aplique cremes ou pomadas.[8]
      • Não use use gazes médicas estéreis que não sejam especificamente para queimaduras. Como as gazes não-aderentes para queimaduras (e outros suprimentos médicos) provavelmente não devem estar sobrando, uma alternativa é usar papel filme, que é estéril, não gruda nas queimaduras e é fácil de encontrar.
      • Previna o choque. Choque é o fluxo inadequado de sangue aos tecidos e órgãos vitais. Se não for tratado, pode ser fatal. O choque é resultado da perda excessiva de sangue, queimaduras profundas, ou reações à visão de uma ferida ou sangue. Os sinais são inquietação, sede, palidez e taquicardia. O suor pode ocorrer mesmo se a pele estiver fresca e úmida. Conforme a pessoa piora, a respiração é rápida e difícil, com um olhar vago. Tratamento: mantenha os batimentos cardíacos e a respiração adequados massageando o peito e posicionando a pessoa para uma respiração adequada. Afrouxe quaisquer roupas apertadas e explique que está tudo bem. Seja firme, embora gentil e auto-confiante.
  9. 9
    Sinta-se livre para ajudar pessoas com a doença da radiação, também chamada de Síndrome da Radiação. Ela não é contagiosa e tudo depende da quantidade de radiação que a pessoa recebeu. Eis uma versão condensada da tabela:
  10. 10
    Familiarize-se com as unidades de radiação. (Gy (gray) = a unidade do Sistema Internacional para medir a dose absorvida de radiação ionizante. 1 Gy = 100 rad. Sv (Sievert) = a unidade do Sistema Internacional para medir a dose equivalente, 1 Sv = 100 REM. Para simplificação, 1Gy é geralmente equivalente a 1Sv.)
    • menos que 0.05 Gy: Sem sintomas visíveis.
    • 0.05-0.5 Gy: Diminuição temporária da contagem de células vermelhas.
    • 0.5-1 Gy: Diminuição da produção de células imunológicas; suscetibilidade a infecções, náusea, dores de cabeça e vômito podem ser comuns. Geralmente é possível sobreviver a esta quantidade de radiação sem qualquer tratamento médico.
    • 1.5-3 Gy: 35% dos expostos morrem em 30 dias. (LD 35/30) Náusea, vômito e perda de todos os pêlos do corpo.
    • 3-4 Gy: Intoxicação grave por radiação, 50% de mortes depois de 30 dias (LD 50/30). Outros sintomas são similares à dose 2-3 Sv, com sangramento incontrolável na boca, debaixo da pele e nos rins (50% de probabilidade no 4 Sv) depois da fase latente.
    • 4-6 Gy: Intoxicação aguda por radiação, 60% de mortes depois de 30 dias (LD 60/30). A fatalidade aumenta de 60% em 4.5 Sv para 90% em 6 Sv (a menos que haja cuidado médico intenso). Os sintomas se iniciam entre meia hora a duas horas depois da irradiação e duram até 2 dias. Depois disso, há uma fase latente de 7 a 14 dias, depois da qual geralmente os mesmos sintomas aparecem como os da radiação entre 3-4 Sv, com intensidade aumentada. A esterilidade feminina é comum neste ponto. A recuperação leva entre vários meses a um ano. As causas primárias de morte (em geral 2 a 12 semanas após a irradiação) são as infecções e o sangramento interno.
    • 6-10 Gy: Intoxicação aguda por radiação, perto de 100% de mortes depois de 14 dias (LD 100/14). A sobrevivência depende de cuidados médicos intensos. A medula óssea é quase ou completamente destruída, então é preciso um transplante de medula. Os tecidos gastro-intestinais estão gravemente danificados. Os sintomas começam de 15 a 30 minutos depois da irradiação e podem durar até 2 dias. Subsequentemente, há uma fase latente de 5 a 10 dias, depois da qual a pessoa morre por infecção ou sangramento interno. A recuperação demoraria vários anos e provavelmente nunca seria completa. Devair Alves Ferreira recebeu uma dose de aproximadamente 7.0 Sv durante o incidente em Goiânia e sobreviveu, em parte, devido à sua exposição fracionada.
    • 12-20 REM: A morte é 100% nesta fase; os sintomas aparecem imediatamente. O sistema gastrointestinal é completamente destruído. Sangramento incontrolável na boca, sob a pele e nos rins. A fadiga e a doença cobram seu preço. Os sintomas são os mesmos de antes, com intensidade aumentada. É impossível se recuperar.
    • Mais do que 20 REM. Os mesmos sintomas se desencadeiam imediatamente, com intensidade aumentada, depois cessam durante vários dias na fase "fantasma". Subitamente, as células gastrointestinais são destruídas, com a perda de água e o sangramento em excesso. A morte começa com delírio e insanidade. Quando o cérebro não consegue mais controlar as funções como a respiração ou a circulação sanguínea, a pessoa morre. Não há tratamento médico que possa reverter o quadro; a ajuda médica serve apenas como conforto.
    • Infelizmente, você tem que aceitar que uma pessoa pode em breve morrer. Embora seja difícil, não gaste rações ou suprimentos com pessoas morrendo de doenças de radiação. Mantenha os alimentos para as pessoas em boa forma e saudáveis, se for necessário distribuir. A doença da radiação prevalece entre os muitos novos, os idosos e as pessoas doentes.
  11. 11
    Proteja equipamentos elétricos críticos contra o EMP. Uma arma nuclear detonada a uma altitude muito grande irá gerar um pulso eletromagnético tão poderoso que pode destruir dispositivos eletrônicos e elétricos. No mínimo, desligue todos os dispositivos das tomadas e antenas. Coloque rádios e lanternas em um contêiner de metal selado (uma "gaiola de Faraday") pode protegê-los do EMP, contanto que os itens sendo protegidos não estejam em contato com a gaiola. A gaiola de metal deve envolver o item protegido completamente - e ajuda se ele estiver aterrado.
    • Os itens a serem protegidos devem ser isolados da parte condutora, já que, se o campo EMP passar pela proteção, ainda pode induzir voltagens em placas com circuitos estáticos. Um "cobertor espacial" metalizado, enrolado firmemente ao redor de um dispositivo enrolado em jornal ou algodão pode agir como uma gaiola de Faraday, útil se a pessoa estiver longe da explosão.
    • Outro método é enrolar uma caixa de papelão em cobre ou papel alumínio. Coloque o item lá e ligue o dispositivo ao chão.
  12. 12
    Esteja preparado para ataques subsequentes. Muito provavelmente, um ataque nuclear não será um evento único. Esteja preparado para outro ou outros ataques das nações inimigas, ou uma invasão da parte inimiga.
    • Mantenha seu abrigo intacto, a menos que os materiais usados sejam absolutamente necessários para a sobrevivência. Colete qualquer água limpa e alimento que esteja disponível.
    • Porém, se a nação atacante atacar novamente, provavelmente será em outra parte do país. Se nada mais funcionar, viva numa caverna.




FUNDO: Inteligência Online


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

ACOMPANHE NOSSAS POSTAGENS NO FACEBOOK

PARCEIRO

PARCEIRO
AGUA É VIDA...

MAIS..

Translate

ACORDE, antes que caia no buraco !

Este site possui custos. Se quiser nos ajudar, clique no botão abaixo. FAÇA UMA DOAÇÃO !

PayPal

Publicidade


Publicidade


Publicidade


FORUM

FORUM
QUEREMOS SABER O QUE VOCÊ PENSA !

OUÇA AQUI!

              
         
        
 
Informações esclarecedoras do Coronel Paes de Lira na Rádio Vox, sobre a situação atual do Brasil (comunismo, nova ordem mundial)

PARTICIPEM

PARTICIPEM !

PARTICIPEM !
se você é um cidadão de bem...

INFOWARDS

INFOWARDS
ALEX JONES SHOW

Blog Archive

Minha lista de blogs

Tintura de iodo

Tintura de iodo
ELIMINAR OS AGROTÓXICOS